Featured Slider

Estreias da semana



Essa semana vai ser puxada pros amantes de cinema como eu! Especificamente para quem pretende ir ao cinema no dia 1 de novembro! É tanto filme bom estreando que eu não sei qual vou assistir primeiro nem como vou conseguir dinheiro pra assistir a todos que quero! Saudades, carteira de estudante! Pense numa coisa que a gente só sente falta quando percebe a diferença que a meia entrada faz no bolso! Agora vamos aos filmes, sua sinopse, o trailer e minha breve opinião.


Em sua nova aventura, Johnny English (Rowan Atkinson) é a última salvação do serviço secreto quando um ataque cibernético revela as identidades de todos os agentes do país. Tirado de sua aposentadoria, ele volta à ativa com a missão de achar o hacker por trás do ataque. Com poucas habilidades e métodos analógicos, Johnny English precisa superar os desafios do mundo tecnológico para fazer da missão um sucesso.

A palhaçada já começou nos posters, né? Pra ser bem sincera não é um filme que eu pagaria realmente pra ver. Talvez numa segunda (que é mais barato) e só depois de ter visto todos os outros da lista. Eu sinto falta do Mr. Bean e do seu humor e só de olhar pra cara do ator e lembrar do personagem já dá vontade de rir. O problema é que o Johnny English pra mim não emplacou. É um filme clichê do gênero, mas que cumprem bem o papel que propõe.

Um vigilante mascarado surge para atacar a impunidade que permite que políticos e donos de empreiteiras enriqueçam às custas da miséria e do trabalho da população brasileira. A história do homem por trás do disfarce de Doutrinador envolve uma jornada pessoal de vingança na qual um agente traumatizado decide fazer justiça com as próprias mãos.


O trailer me chamou muito a atenção! Apesar de não ser o estilo que estamos acostumados a ver no cinema brasileiro, admito estar bem curiosa pra assistir. A história parece legal, se o enredo se mantiver coerente, pra mim já tá valendo. Me lembrou muito O Justiceiro, mas não está no topo da minha lista de preferências dentre essas estreias.

Clara, uma jovem esperta e independente, perde a única chave mágica capaz de abrir um presente de valor incalculável dado por seu padrinho. Ela decide então iniciar uma jornada de resgate que a leva pelo Reino dos Doces, o Reino das Neves, o Reino das Flores e o sinistro Quarto Reino.

Esse aqui eu já começo com: é Disney, né? O filme já cativa pela nostalgia da história do Quebra-Nozes, mas vale lembrar que dessa vez é uma história totalmente diferente! Teremos a visão do outro lado de tudo, veremos os quatro reinos! Uma coisa é certa: que filme mais lindo! Cenários, figurino, trilha sonora e elenco... Tudo lindo! Com certeza tá no terceiro lugar da lista pra assistir!


Em um período de doze anos, Jack é um ardiloso assassino em série de mulheres que tem um único objetivo sangrento a cumprir: executar o crime perfeito, sem deixar nenhum tipo de rastro.

Lars Von Trier. Para os seus amantes só o nome já deixa aquela vontade de assistir. Conhecido por seus gostos peculiares, visão distorcida e um olhar único sobre muita coisa, dessa vez não é diferente. O elenco já me deu uma vontade louca de assistir, a fotografia no trailer é linda... Eu não sei como as imagens de desenho animado vão se encaixar no filme ou nem se vão mesmo, mas achei a ideia genial e a história... Eu realmente quero ver como vai acabar. Por isso esse aqui está em segundo lugar na minha vontade de assistir!


 Bohemian Rhapsody é uma celebração exuberante do Queen, sua música e seu extraordinário cantor principal Freddie Mercury, que desafiou estereótipos e quebrou convenções para se tornar um dos artistas mais amados do planeta. O filme mostra o sucesso meteórico da banda através de suas canções icônicas e som revolucionário, a quase implosão quando o estilo de vida de Mercury sai do controle e o reencontro triunfal na véspera do Live Aid, onde Mercury, agora enfrentando uma doença fatal, comanda a banda em uma das maiores apresentações da história do rock. Durante esse processo, foi consolidado o legado da banda que sempre foi mais como uma família, e que continua a inspirar desajustados, sonhadores e amantes de música até os dias de hoje.

Deixei essa belezura por último primeiro porque fiz a lista em ordem decrescente do que eu menos quero assistir pro que eu estou mais ansiosa e segundo porque eu sabia que não ia conseguir falar pouco sobre essa obra de arte! Admito que quando selecionaram o Rami Malek pro papel do Freddie eu detestei. E qual não foi minha surpresa quando paguei a língua já no primeiro trailer? Que atuação, senhoras e senhores! Que atuação. Eu me arrepio e os olhos enchem de lágrimas de tanta expectativa que eu tô pra esse filme! Queen é uma das minhas bandas favoritas e eu religiosamente escuto pelo menos minhas 3 favoritas TODOS OS DIAS. É lei. E obviamente ainda canto no melhor embromation desafinado de todos. Ver a história da banda do começo ao fim vai ser incrível, mas quando chegar no fim eu já sei que vou chorar. Esse eu definitivamente verei assim que possível sem pensar duas vezes e se conseguir dinheiro ainda vou pra sala mega vip, com lencinhos e pipoca.


Agora me diz, qual desses filmes você mais quer assistir? Está ansioso por algum? Vai assistir algum essa semana? Conta pra mim o que achou!

Filme de Segunda 09 - Felicidade por um fio


Ficha Técnica:
Título Original: Nappily Ever After
Título no Brasil: Felicidade por um fio
Ano: 2018
Direção: Haifaa al-Mansour
Duração: 1h38min
Indicação: 16 anos
Nacionalidade: EUA
Gênero: Romance/Comédia Romântica
Nota pro filme: 6 Limões
Nota pro enredo: 10 Limões
Tem na Netflix: Sim

Vocês já devem ter visto demais esse filme por aí. Muitas resenhas, muitos vídeos e afins, mas era algo que eu precisava trazer aqui pro blog. Antes de um filme, Felicidade por um Fio é resistência, é acreditar em você, é ser você mesmo, é autoestima e é amor próprio.
Violet Jones (Sanaa Lathan) é uma publicitária bem-sucedida que considera sua vida perfeita, tendo um ótimo namorado e uma rotina organizada meticulosamente para conseguir estar sempre impecável. Após uma enorme desilusão, ela resolve repaginar o visual e o caminho de aceitação de seu cabelo está intrinsecamente ligado à sua reformulação como mulher, superando traumas que vêm desde a infância e pela primeira vez se colocando acima da opinião alheia.
Nada do que eu vou falar aqui é novidade nem spoiler, está tudo no trailer, ok? Dito isso, vamos lá. Apesar de não sair do clichê de comédia romântica e toda a proposta do gênero, o filme ainda tem seus bons momentos como tal. Tem os momentos de apresentação dos personagens, o momento que mostra a mocinha, mostra o mocinho, mostra os dois juntos, o ápice quando tem a decepção por uma das partes e depois a reviravolta com final feliz. Zero novidades nesse meio.

Mesmo não sendo algo novo, já vimos em novela e em filmes como V de Vingança cenas de mulheres raspando a cabeça. Ainda assim a cena é de tirar o fôlego e a cada tufo de cabelo que cai, a cada lágrima da protagonista você sente junto com ela. A atuação da Sanaa Lathan é impecável do começo ao fim.


Quantas mulheres não se preocupam como vão estar quando acordar? Quem nunca acordou primeiro e deu aquela tirada nas remelas, arrumou o cabelo e conferiu o bafo que atire a primeira pedra! A maioria já fez isso pelo menos uma vez, o problema é quando você transforma sua "perfeição" em rotina. O cabelo sempre impecável, as roupas sempre impecáveis, tom de voz, comportamento, jeito de falar e agir. Você se enquadra em todos os padrões possíveis e imagináveis para agradar aos outros e acha que é feliz assim. Isso é o que a Violet acha. Até que a sua perfeição passa a ser o seu maior problema.

Eu posso ter toda empatia do mundo, mas não tenho cacife pra falar nas dificuldade que uma mulher negra passa por causa do seu cabelo. Então não vou me estender muito nesse aspecto. O meu é cacheado, passei por uma coisa ou outra, mas não chega nem aos pés da luta diária delas. O cabelo crespo sempre foi visto como "ruim", bombril e apelidos maldosos por aí a fora. O pior de tudo, pra mim, é quando classificam como cabelo ruim o cabelo crespo e bom o cabelo liso. E esse é o real foco principal do filme.

O cabelo da Violet era praticamente um segundo trabalho desde a sua infância. Rotinas impecáveis de cuidado para mantê-lo liso e no lugar, chegando ao ponto de não deixar o namorado passar a mão e de esquecer quem ela realmente é. Ela só realmente entende quem é e do que gosta quando no meio de uma bebedeira e com uma maquina de barbear na mão, corta fora o mal pela raiz. Perdão pelo trocadilho...


É então nesse momento que ela e descobre e redescobre sua vida. É quando ela começa a enfrentar outras lutas, tanto externas quanto internas. Como se aceitar desse jeito? Como aceitar os novos olhares? Como se amar? Acredite quando eu digo que todas as perguntas são respondidas. É um filme que vale a pena todo mundo assistir pelo menos uma vez. Eu já assisti duas e ele definitivamente entrou na minha lista de filmes de tpm. Notem que pra esse eu dei duas notas, a primeira é pro filme em geral. Não traz nada de novo, então a nota 6, mas pelo enredo e proposta, definitivamente ele ganha um 10.




Sobre recomeços


Não importa quantos recomeços você tenha, o que importa é estar disposto a começar de novo e de novo e de novo e jamais desistir. Assim é a vida e é assim que você deve ser em todos os aspectos dela. Tentou e deu errado? Tente novamente! Verifique onde errou, procure novas formas de começar, mude seu comportamento, procure referências e inspirações, mas não desista!

E é com esse parágrafo que eu dou início a nova era das redes Malka Lima. É estranho pra caramba falar assim, eu gostava quando as minhas redes tinham um nome separado do meu… Aí eu lembro que meu nome não é Malka e essa estranheza passa hahaha. Esse é um detalhe que eu gostaria de lembrar a todos, existe a Malka e existe a Poly. Embora (obviamente) seja a mesma pessoa, uma possui sua vida pública e outra tem lá suas privacidades.

Tem muita coisa que eu converso abertamente com meus seguidores, mostro muita coisa do meu dia a dia, mas sempre vai existir aquelas coisinhas que são só minhas. Meu cantinho, meu espaço e meus segredinhos. Sei que nem todo mundo entende isso ou acredita, mas como diz um comercial que eu vi “a vida acontece fora das tela”.

Agora chega de drama e vamos ao que interessa! As redes vão voltar! E isso inclui o site e canal! Simmmmm! Vamos ter vários posts legais aqui no site, muitas novidades e muita coisa nova no canal! Também vamos voltar com as lives e a única coisa que continua a mesma é o Instagram e até por lá vai rolar algumas coisinhas diferenciadas. Perceberam o visual novo do site? Ficou lindão né! Foi graças a MK Design! Recomendo demais os serviços dela!

A partir de segunda (15 de Outubro) vai rolar post Segundas, Quartas e Sextas aqui no blog às 9h em ponto, então é só vir conferir que vai ter coisas bacaninhas pra você! O canal vai voltar com quadros novos e vídeos divertidos (eu acho) e muita pagação de mico! O horário vai continuar como era antigamente: vídeos novos toda quarta e sábado às 20h! Pontualmente. Eu prometo. Eu acho… Bem, eu vou tentar ao máximo cumprir os cronogramas! Conto com o apoio de vocês!

Se ainda não me segue nas outras redes vou deixar os links aqui embaixo:

https://www.instagram.com/malkalima
https://www.youtube.com/malkalima
https://www.twitch.tv/malkalima
https://www.twitter.com/malkalima
https://www.facebook.com/malkalima
https://www.pinterest.com/malkalima
https://www.cubetv.sg/15277558

Vídeos de Fevereiro


Perdeu algum vídeo que rolou lá no canal esse mês? Não tem problema! Coloquei todos aqui! Não esquece de passar lá e se inscrever! É muitoooo importante e ajuda bastante!

Com Amor, Van Gogh na Netflix e o que entra em Março!


Eu não canso de falar desse filme! Infelizmente não consegui ir assistir no cinema, mas olha o que a queridinha da Netflix fez: vai colocar essa belezura no seu catálogo em março! Eu mal posso esperar e já vou organizar as guloseimas! Quem quiser mais informações sobre o filme eu já falei sobre ele aqui! E segue o trailer pra ir se preparando: