12 de maio de 2011

Por entre os dedos...



O que fazer quando você olha para os lados e vê apenas o vazio? Quando nada a sua volta oferece sentido suficiente para prender sua atenção e a solidão é competente em deixa-lo em profunda letargia. Apesar de ter inúmeras pessoas a sua volta, elas parecem apenas borrões. Vem e vão, passam de forma insignificante por sua vida. E é em meio a estas formas e cores distorcidas que a busca começa. A procura da forma perfeita, aquela que se encaixa perfeitamente em seu corpo e que te acalentará em dias tristes.

Mas, quando finalmente os contornos tornam-se nítidos em pouco tempo transformam-se fumaça e por entre os dedos fogem, te abandonando sem razão aparente. Te perseguem por algum tempo... Deixam seu rastro, seu cheiro... Maculam sua pele. Então você se pergunta se vale a pena continuar a caminhada pelo caminho tortuoso na tentativa de mais uma mísera vez, encontrar e perder-se nos braços de uma nitidez, que mais cedo ou mais tarde deixará nada mais do que um rastro em sua vida e cicatrizes em sua pele.

3 comentários:

  1. Não acho que deva se frustrar procurando essa nitidez, deixe que ela te encontre. As vezes contornos passam por vc querendo ser nítidos e você nem percebe haha. Mas não se sinta sozinha, eu ,pelo menos virtualmente, sempre estarei aqui pra tentar te alegrar aahaha
    Um beijão ;*

    ResponderExcluir
  2. Ei Malka!
    Fico imprecionada de como vc escreve bem. Quando eu crescer quero ser igual vc! hehe brincadeira
    Acho q hj em dia é muito difícil ter alguém na sua vida de verdade. As pessoas passam mt rápido e não tem mt gente realmente afim de se "prender" a alguém.
    E as vezes na partida elas deixam mt saudade...

    Ps.: Peguei pra te seguir no twitter, se quiser me seguir tbm ^^
    Bjooos

    ResponderExcluir
  3. RECADINHO:
    Malka.. tem show do Teatro Mágico confirmado para Recife. Dia 27 de julho no Teatro Guararapes. Dessa vcz tu vai né ?!

    bjs

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário! Não esquece de se identificar... Fico curiosa com anônimos! ;)