2 de julho de 2011

Questão Fundamental II


O que significa o medo? Medo do escuro? Medo de altura? Medo de insetos? Medo... Medo de viver talvez... Medo se resume a não se sentir confortável com/em determinada situação, a "desconfiança do desconhecido". Porque tememos tanto o que é desconhecido? Em que momento perdemos toda a ânsia por desbravar o mundo, por correr riscos e lutar pelo que queremos? Quando toda essa herança dos nossos antepassados se perdeu? Por que ter tanto medo de viver, de amar, de ser feliz? De encarar o que nos assusta e nos aflige...

Talvez o medo de amar se justifique pelo medo de ser magoado novamente, pelas feridas abertas que ainda sangram. Eu ouvi no diálogo de um filme que o amor é um precipicio, que nos jogamos e torcemos pra voar... Achei lindo e é realmente isso. O amor é um precipicio do qual nos jogamos e torcemos pra sermos acolhidos por suas asas eser levado aos céus. Bastou eu continuar cogitando essa possibilidade e ouvir também que é um precipicio, que quado achamos que estamos a voar, talvez já estamos em queda livre rumo ao chão.

Palavras confusas, medos confusos, por que tanto medo de arriscar e ser feliz? Será que se esconder com medo de se machucar novamente é a melhor solução? Deixar de viver um momento bom? De ser feliz por uns instantes?

Miedo - Lenine e Julieta Venegas

Tienen miedo del amor y no saber amar
Tienen miedo de la sombra y miedo de la luz
Tienen miedo de pedir y miedo de callar
Miedo que da miedo del miedo que da

Tienen miedo de subir y miedo de bajar
Tienen miedo de la noche y miedo del azul
Tienen miedo de escupir y miedo de aguantar
Miedo que da miedo del miedo que da

El miedo es una sombra que el temor no esquiva
El miedo es una trampa que atrapó al amor
El miedo es la palanca que apagó la vida
El miedo es una grieta que agrandó el dolor

Tenho medo de gente e de solidão
Tenho medo da vida e medo de morrer
Tenho medo de ficar e medo de escapulir
Medo que dá medo do medo que dá

Tenho medo de acender e medo de apagar
Tenho medo de esperar e medo de partir
Tenho medo de correr e medo de cair
Medo que dá medo do medo que dá

O medo é uma linha que separa o mundo
O medo é uma casa aonde ninguém vai
O medo é como um laço que se aperta em nós
O medo é uma força que não me deixa andar

Tienen miedo de reir y miedo de llorar
Tienen miedo de encontrarse y miedo de no ser
Tienen miedo de decir y miedo de escuchar
Miedo que da miedo del miedo que da

Tenho medo de parar e medo de avançar
Tenho medo de amarrar e medo de quebrar
Tenho medo de exigir e medo de deixar
Medo que dá medo do medo que dá

O medo é uma sombra que o temor não desvia
O medo é uma armadilha que pegou o amor
O medo é uma chave, que apagou a vida
O medo é uma brecha que fez crescer a dor

El miedo es una raya que separa el mundo
El miedo es una casa donde nadie va
El miedo es como un lazo que se apierta en nudo
El miedo es una fuerza que me impide andar

Medo de olhar no fundo
Medo de dobrar a esquina
Medo de ficar no escuro
De passar em branco, de cruzar a linha
Medo de se achar sozinho
De perder a rédea, a pose e o prumo
Medo de pedir arrego, medo de vagar sem rumo

Medo estampado na cara ou escondido no porão
O medo circulando nas veias
Ou em rota de colisão
O medo é do Deus ou do demo
É ordem ou é confusão
O medo é medonho, o medo domina
O medo é a medida da indecisão

Medo de fechar a cara
Medo de encarar
Medo de calar a boca
Medo de escutar
Medo de passar a perna
Medo de cair
Medo de fazer de conta
Medo de dormir
Medo de se arrepender
Medo de deixar por fazer
Medo de se amargurar pelo que não se fez
Medo de perder a vez

Medo de fugir da raia na hora H
Medo de morrer na praia depois de beber o mar
Medo... que dá medo do medo que dá
Medo... que dá medo do medo que dá

2 comentários:

  1. Como disse o Jack à Kate no primeiro espisódio de Lost: "Naquela situação, respirei fundo e contei até cinco. Durante aqueles cinco segundos, eu poderia me desesperar o quanto quisesse, mas só durante os cinco segundos. Temos que deixar o medo vir e senti-lo, porém, depois temos que empurra-lo para fora."

    Você é mais coragem do que imagina... Pense disso! ;)

    ResponderExcluir
  2. tu escreve muito. tenho preguiça para ler tudo. kkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário! Não esquece de se identificar... Fico curiosa com anônimos! ;)