26 de julho de 2011

Tempo.


E esse tempo que não passa...
Parece fazer jogatinas com o sentimento...
Com o momento e cada pensamento.

Absorve os desejos,
As vontades,
Toma de mim cada pingo de sanidade.

E em algum minuto me perdi...
Talvez do ontem ou quem sabe do outrora.
Talvez eu volte, talvez não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e pelo comentário! Não esquece de se identificar... Fico curiosa com anônimos! ;)