19 de abril de 2016

Falando sobre: Distopias


Uma coisa sobre mim: eu amo distopias. Seja em filmes ou livros eu amo distopias. "Mas Malka, o que é distopia?" Nada mais é do que um lugar imaginário onde as condições de sobrevivência são extremamente controladas e opressivas, cheias de desespero ou privação de algum tipo. Sim! Eu gosto desse tipo de história e de ver as revoluções e a Resistência lutando pelo pouco de humanidade que resta. Tem um novo lançamento chegando (vou falar mais sobre ele jaja) e eu aproveitei pra trazer as minhas outras distopias favoritas. Para não ser uma postagem muuuuuito longa, trouxe só as favoritas MESMO e indiquei outras! Vem conferir! ;)

Livro:
Admirável Mundo Novo - Aldous Huxley, 1932. Nessa história a sociedade é totalmente controlada pelo Estado. A sociedade é divida em castas (grupos) e a casta a qual você vai pertencer é decidida antes mesmo de você nascer. Os genes e a quantidade de hormônios a serem colocados vão determinar se você vai ser forte, alto, inteligente ou vai para os grupos de operários, recebendo menos hormônios que os outros e as vezes gotas de álcool para que tenha "defeitos". A linha de "montagem" dos seres humanos lembra muito a ideia de produção em série do famoso Henry Ford.

Toda a literatura, arte e música existem apenas para consolidar esse espírito do conformismo com essa situação, onde o Estado controla tudo e você deve ser grato por ser saudável ou pertencer a determinada casta onde vive feliz na sua posição acomodativa. Não vou contar muito para não estragar a surpresa. Nesse "admirável mundo novo" o Huxley mostra o que de mais grave aconteceria num regime totalmente autoritário. Claro que um personagem irá bater de frente com a situação e tentar mudar tudo. Será que consegue?

Também recomendo: Laranja Mecânica - Anthony Burgess, V de Vingança - Alan More, Jogos Vorazes - Suzanne Collins, Maze Runner - James Dashner, Revolução dos Bichos - George Orwell, A Hospedeira - Stephenie Meyer.


Filme: 

Não vou falar do Laranja Mecânica, seria muito óbvio já que sou fã do Kubrick! Então trouxe outro favorito o Equilibrium. O filme não fez tanto sucesso por ter sido lançado na mesma época do Matrix e acabou tendo o seu brilho ofuscado. A história mostra uma sociedade onde o Estado julgou que sentir é o problema do ser humano, então sentimentos foram terminantemente proibidos. As pessoas tomam doses de remédios inibidores de todos os hormônios que causam qualquer prazer. Todo e qualquer tipo de arte e vida (música, livros, pinturas, roupas diferenciadas, animais, plantas) são proibidos. As punições para os "criminosos" são severas, indo de cremação viva a fuzilamento. A resistência combate esse tipo robótico, mas por serem minoria a luta torna-se quase um massacre. O filme já retrata uma resistência, mas as coisas começam realmente a serem modificadas quando o John Preston, interpretado por Cristian Bale (nananananananana Batmannn), começa a questionar tudo aquilo e passa a sentir. O que acontece a partir daí? Vocês precisam assistir pra saber!

Também recomendo: Laranja Mecânica - Stanley Kubrick, V de Vingança - James McTeigue, Mad Max - George Miller, Jogos Vorazes - Francis Lawrence/Gary Ross, Dredd - Pete Travis, Wall-E - Andrew Stanton, Matrix - Andy Wachowski/Lana Washowski, Maze Runner - Wes Ball, Eu, Robô - Alex Proyas, RoboCop (todos), O Exterminador do Futuro (Todos), Minority Report - Steven Spielberg, A Ilha - Michael Bay, Elysium - Neill Blomkamp,

E o que chamou a minha atenção para tudo isso foi o lançamento do trailer de Equals. O filme conta a história de um futuro distante onde a nova raça de seres humanos chamada Equals. Os Equals são pessoas incapazes de sentir qualquer tipo de emoção, são pacíficos e pacatos. Silas (Nicholas Hoult - Meu Namorado é um zumbi) foi contaminado e passa a sentir ao mesmo tempo em que percebe que Nia (Kirsten Stewart) também foi infectada. Quando os dois se encontram é impossível não transbordar sentimentos e já que são proibidos disso, decidem fugir. Assistam o trailer e notem as grandes mudanças na história e as brigas e as ações que aparecem! O filme ainda não tem data de lançamento aqui no Brasil, mas lá fora está pra estrear na primavera ou seja, a partir de 23 de Setembro. Vamos aguardar!


Um comentário:

  1. Vim conhecer seu blog.
    Encantada com tudo.
    Vi que vc recomendou um filme maze runner. Os dois filmes são maravilhosos. E os outros que vc tbm indicou são perfeitos.
    Quero mto assistir esse filme em breve.
    Bjos e qdo puder faz uma visita pra nós.
    http://motivetobepretty.com/review-say-i-do-palette/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário! Não esquece de se identificar... Fico curiosa com anônimos! ;)