31 de outubro de 2016

A verdade sobre casamentos


Se tem uma coisa que eu nunca entendi direito é por que os noivinhos de casamento as vezes estão amarrados, presos, algemados, sendo arrastados ou punidos de alguma forma. Também nunca entendi as plaquinhas do pagem/daminha de honra falando "Não foge não" ou a tal frase "game over" ligada a imagem de noivos.

Se o homem precisa ser arrastado para o altar, ele não quer casar. Então não case.
Se um dos dois precisa estar amarrado, ele não quer ficar junto. Então não case.
Se um dos dois pensa em fugir na hora do casamento, não quer casar. Então não case.

Casamento não é obrigação. Casamento é compartilhar momentos, bons e ruins. É dividir a última fatia de pizza, brindar com cerveja, com café e até com água. É comemorar toda e qualquer vitória do par, é rir de qualquer bobagem e entender os choros.

Casamento não deve ser uma prisão. Casamento é liberdade, é poder ser você mesmo sem receio, é dar bom dia com bafo, é tirar a remela do olho de manhã, é estar descabelado e de pijama e ainda assim ser a pessoa mais linda do mundo.

Casamento não é uma amarra. Casamento é viver a dois sem perder a singularidade. É adaptar-se, sem perder a sua essência. É partilhar hobbies e conhecer novos, é aprender juntos, se perder juntos, brigar e fazer as pazes. É descobrir que o que realmente importa é estar ao lado de quem amamos e quando isso acontece com A pessoa, ah... Tudo se encaixa e não há necessidade de fugir, ser preso, amarrado ou arrastado. Tudo o que você quer é ficar ao lado Daquela pessoa e nada mais importa.

2 comentários:

  1. Você sempre perfeita malka-Sempai. .... parabens ..... amo ler o que você escreve.....

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário! Não esquece de se identificar... Fico curiosa com anônimos! ;)