7 de novembro de 2016

Filme de segunda 01 - A la Mala


Aeeeeooow! Inaugurando mais uma sessão do blog "Filme de segunda"! Toda segunda eu vou trazer uma indicação de filme pra vocês com uma resenha bacaninha! E não liguem pro trocadilho, os filmes vão ser bons! Pra inaugurar, trago um filme que eu não dei nada por ele, li a sinopse e dei uma bela risada, mas ora, ora! Me surpreendi. 

Filme: A la Mala
Duração: 1h45min
Indicação: 12 anos
Nacionalidade: Espanhol
Gênero: Comédia romântica
Nota: 8 limões
Tem na Netflix: SIM

O filme e conta a história de Maria Laura Media (Mala), atriz desempregada (e desesperada) que acaba aceitando a proposta da sua amiga pra testar a fidelidade do seu namorado em troca de um dinheirinho. Kika, a amiga, recomenda os serviços da Mala pra outra, que recomenda pra outra e pra outra e assim ela faz sua fama.

Obviamente não era o plano dela quando fez os cursos de teatro e interpretação! Ela virou quase uma das Sedutoras do Teste de Fidelidade do João Kleber! Preciso confessar que eu assistia o programa todo domingo! O enredo do filme não foge das regras das comédias românticas e coloca o sonho de Mala (ser uma atriz de respeito) contra o seu trabalhinho como "testadora de namorado". Uma produtora de uma série famosa pede pra que Mala faça o seu ex se apaixonar por ela e depois quebre o coração do pobre moço pra que a ex megera possa consolar o pobre rapaz e tê-lo de volta. Começa então uma chantagem sem tamanho pra que Mala cumpra o prometido ou perderá o papel numa grande série.

Parece uma decisão fácil, né? Mala já fazia isso mesmo, mais um, menos um não ia fazer diferença no fim das contas e ela ainda ia conseguir o trabalho dos sonhos, correto? Errado! Como eu disse, o enredo não foge uma vírgula dos clichês básicos e Mala se apaixona justamente por quem não deveria! Entra em cena o Santiago:


Difícil não se apaixonar por ele quando esse maledito demonstra ser realmente uma boa pessoa e você começa a se perguntar COMO ele ficou com a megera da ex namorada. A ficção imita a arte, amiguinhos! Essas coisas a gente realmente desiste de entender. Apesar de seguir toda a linha de toda comédia romântica, o filme tem seus momentos de arrancar suspiros e deixar você com aquela cara de bobo na frente da TV. Tem seu ápice trágico, seu momento revelador, tudo o que uma comédia do tipo precisa! Não podemos esquecer do resto do elenco, responsável por boa parte das risadas com o Alvaro, assistente do Santiago e o Pablo, quase um colega de quarto. Eles protagonizam cenas épicas ao longo do filme e são essenciais para o final. Eu tentei (muito) achar o trailer legendado, mas não consegui! O portunhol ajuda a entender, vai na fé!





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e pelo comentário! Não esquece de se identificar... Fico curiosa com anônimos! ;)